CCVB
 
Escolha o Idioma
 
LOGIN ÁREA RESTRITA
 
 
 
 

Escultura de Tiradentes volta ao marco zero da cidade

« Voltar

 
A estátua em bronze de Tiradentes, de autoria do artista paranaense João Turin (1878-1949), está de volta ao marco zero da cidade. Após passar por um processo de restauro, a escultura foi recolocada neste domingo (20), na Praça Tiradentes, em uma operação que durou menos de 40 minutos e teve a presença de dezenas de pessoas incluindo o prefeito Gustavo Fruet e a presidente da FAS Marcia Oleskovicz Fruet. No interior do monumento foi colocada uma nova cápsula do tempo, com informações de Curitiba em 2014 e uma carta do presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli.

A restauração da peça faz parte de um projeto do Atelier João Turin, que envolve todo o acervo do artista, reconhecido como um dos maiores artistas paranaenses. A Fundação Cultural de Curitiba acompanha o trabalho desde a retirada das obras que integram o patrimônio do Município até a restauração e devolução aos locais originais. Os trabalhos de restauração e confecção de moldes foram iniciados no Atelier João Turin, há cerca de dois anos, depois que os direitos sobre o acervo do escultor foram comprados pelo colecionador curitibano Samuel Ferrari Lago.

Para o prefeito Gustavo Fruet o momento marca pela recuperação de uma peça de grande importância histórica. "Tão importante quanto o restauro da peça é a preocupação da Fundação Cultural de Curitiba em recuperar estátuas e monumentos", afirmou Fruet.

Segundo o Diretor de Patrimônio Cultural, Mauro Tietz, com a restauração a obra ganha longevidade. "Além do restauro, a escultura ganhou um importante mecanismo de preservação da memória com a produção de moldes", comentou Mauro.

Nova cápsula do tempo –  Após a retirada da escultura de Tiradentes, em julho de 2013, foi encontrada uma garrafa com manuscrito datado de 25 de janeiro de 1932 que relata a mudança de posição do monumento e revela existência de uma nova cápsula do tempo sob o pedestal do monumento na Praça Tiradentes. O documento revela que a segunda garrafa conteria uma edição do jornal O Dia, assinaturas e moedas de cobre e níquel. Na oportunidade o prefeito Gustavo Fruet autorizou a busca pela segunda garrafa, mas após estudos de viabilidade e por já conhecer o conteúdo da cápsula a Prefeitura de Curitiba optou por deixar intacto o local onde foi deixado o artefato.

Para marcar a recolocação da estátua, os dois manuscritos foram grafados em papel de algodão puro que foram colocados em uma garrafa fechada com breu e cera de abelha. Veja a íntegra das mensagens deixadas na nova cápsula do tempo.

Mensagem

Na data de 25 de julho de 2012, a estátua do Tiradentes, na Praça Tiradentes, foi removida para restauro. Esse procedimento foi feito em parceria entre a Fundação Cultural de Curitiba e a Fundição João Turin, esta última de propriedade da família de Samuel Lago.
Ao ser removida a estátua, percebeu-se que dentro dela estava guardada uma garrafa contendo um documento com o seguinte texto:
“Aos 25 dias de janeiro do ano de 1932. Nesta cidade Coritiba, sendo Interventor interino o Dr. João Pernetta, Prefeito Municipal Cel. Joaquim Pereira de Macedo, na Praça Tiradentes, procedeu-se a remoção deste monumento da posição primitiva para a atual que dista daquela cerca de 35 metros, na direção Oeste, tendo sido encontrada uma garrafa contendo uma acta impressa com diversas assinaturas autographos, a primeira pagina do jornal “O Dia” de 21 de Abril de 1927 e algumas moedas de nikel e cobre. A garrafa referida foi colocada na ultima camada de alvenaria bruta e debaixo do pedestal.”

Este documento está sob guarda da Casa da Memória da Fundação Cultural de Curitiba. A garrafa a que ele faz referência continua em seu local indicado, pois funcionários da Diretoria de Patrimônio Cultural da Fundação Cultural de Curitiba localizaram, na Biblioteca Pública do Paraná, o jornal O Dia de 21 de abril de 1927 com informações sobre o conteúdo da garrafa. Observa-se que também há muitas informações sobre esse assunto no jornal O Dia do dia 22 de abril de 1927. A Fundição João Turin localizou a “acta”, também referida no documento encontrado, cujo exemplar se encontra igualmente guardado na Casa da Memória. Esses procedimentos levaram à decisão de deixar em seu local a primeira garrafa, a mencionada no documento encontrado.
Na data de hoje, 21 de abril de 2014, dia de Tiradentes, a estátua é instalada novamente no mesmo lugar em que se encontrava e, em concordância com o Prefeito Municipal de Curitiba, senhor Gustavo Fruet, e do Presidente da Fundação Cultural de Curitiba, senhor Marcos Antonio Cordiolli, deixamos esta garrafa com este documento, para que fique para a posteridade como forma de documentar e informar os fatos aqui relatados.

Carta ao presente do meu futuro

Em nosso tempo a praça Tiradentes é ponto de referência para todos os nossos cidadãos e a estátua de Tiradentes é um de seus ícones. Em parceria com a empresa Fundição João Turin foi feito o restauro desta estátua do escultor João Turin.

Ao retornarmos a estátua ao seu local de origem, envio esta carta para fazer uma ponte entre nós e vocês que viverão o seu presente em nosso futuro.
A Curitiba de 2014 é uma cidade vibrante que se mostrou referência internacional na área de mobilidade urbana, na conservação de áreas verdes, na coleta seletiva do lixo. É também admirada pela limpeza, pela beleza natural e pelo patrimônio cultural conservado.
Mas ainda temos muitos problemas. Pessoas na condição de miséria, outras em subemprego. Faltam moradias adequadas para todos. Enfim, uma cidade com muitas soluções, porém, com vários problemas.

Falo de um tempo em que lutamos para universalizar a cidadania cultural, para que todos os cidadãos possam ter acesso às artes como apreciadores ou como produtores.
É uma luta árdua, complexa, que enfrenta resistência de diversas formas. Mas temos muito empenho e ações concretas para superar essas dificuldades. Desejo que, quando esta missiva for lida, todos já tenham conquistado a cidadania cultural, assim como a qualidade plena de vida, uma das dificuldades do nosso presente, que ficou no passado de vocês.
Gostaria muito que vocês voltassem a olhar para a Curitiba de 2014, as suas ruas, as pessoas, as nossas ideias, os espetáculos e filmes em cartaz, os grafites nos muros, as estátuas pela cidade, os nossos meios de mobilidade… Enfim, a nossa forma de viver o presente. Olhar para diversos aspectos de nossa vida, nossas histórias, nossas experiências e nossos legados. E pela cidade, pela qual lutamos para melhorar com carinho para vocês.

Marcos Cordiolli
Presidente da Fundação Cultural de Curitiba
Abril de 2014 

 


Fonte Fundação Cultural de Curitiba

 


 
 
SOBRE CCVB   CURTA CURITIBA E REGIÃO   ASSOCIADOS   EVENTOS
Sobre o CCVB
O que são os CVBx
Equipe Executiva
Programas e Serviços do CCVB
Estrutura
Trabalhe com Turismo e Eventos
 
Curta Curitiba e Região
Sugestão de Roteiros
Guia Prático
Aplicativos
Programa Curta Curitiba
Atrativos Curitiba e Região
Sou Curitiba
 
Conheça os Associados
Sobre os Associados
Programa CCVB só pra Você
Campanha Eu apoio Room Tax/Doação para o Turismo
PIC - Programa de Incentivo à Capacitação
Seja um Associado
Promoções e descontos
 
Realize seu evento em Curitiba e Região
Nosso apoio para seu evento
Locais para o seu evento
Prestadores de serviços
Curta Curitiba mais 2 Dias
Agenda de eventos
Cadastre seu evento
Relatórios
             


Alameda Julia da Costa, 64 - 3º andar - Alto São Francisco - CEP: 80.410-070 - Curitiba-PR / Brasil

Tel/Fax: 55 41 3233-8500 | Fale conosco: 41 9 9916-1411(WhatsApp) | curitibacvb@curitibacvb.com.br