CCVB
 
Escolha o Idioma
 
LOGIN ÁREA RESTRITA
 
 
 
 

Ausências e memórias tecem monólogo em cartaz na Casa Hoffmann

« Voltar

 

Neste mês de fevereiro, a Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento, uma das unidades da Fundação Cultural de Curitiba, sedia quatro apresentações do premiado monólogo “Corrente Fria, Corrente Quente”. As sessões acontecem nos dias 7, 8, 14 e 15 (sextas-feiras e sábados), sempre às 19h30, com entrada franca.

Escrito e interpretado por Fernanda Fuchs, sob a direção de Hermison Nogueira e Franco Fuchs, o monólogo narra o drama de uma menina de Okinawa, que perde o pai no mar do Japão. O texto recebeu prêmio da Sociedade Bunkyo, em São Paulo, e a peça também ganhou troféus de melhor atriz e de segundo melhor espetáculo no 4º Festival de Teatro de Paranaguá, em novembro do ano passado.  

O encontro das correntes oceânicas Oyashio (do tipo fria) e Kuroshio (quente) provoca uma abundância de peixes no Japão. Mas, na imaginação de Fernanda Fuchs, o encontro das águas gerou “Corrente Fria, Corrente Quente”. Na montagem, uma jovem de Okinawa (província localizada no extremo sul do Japão) fala sobre o desaparecimento do pai, que saiu para pescar em alto-mar e nunca mais voltou.

Sentado a poucos metros da atriz, o público testemunha o cotidiano da garota e o seu mergulho na elaboração da perda paterna. Como em um ritual, elementos como precisão, paciência e concisão são valorizados. Com seus movimentos e o uso de sacos de juta, Fernanda transporta os espectadores a um universo de sonho e memórias.

Nascida em Paranaguá e criada em Curitiba, Fernanda Fuchs nunca foi ao Japão. A peça foi elaborada a partir do seu imaginário e com o auxílio de pesquisas sobre a Terra do Sol Nascente. Aspectos geográficos serviram de inspiração tanto quanto referências artísticas japonesas, como a gravura A Grande Onda de Kanagawa, de Katsushika Hokusai. “Nas pesquisas, a força das correntes marítimas me chamou atenção, assim como a força dos terremotos e tsunamis, desastres que parecem ser encarados com naturalidade pela população japonesa”, conta Fernanda.

Formada em Teatro pela Faculdade de Artes do Paraná (FAP) e especialista em Gestão Cultural, Fernanda Fuchs desenvolve atividades em diversas áreas artísticas, como atriz, professora de teatro, dramaturga, cantora e compositora. Aperfeiçoou técnicas com importantes nomes do teatro e da música e, desde 2011, estuda canto popular com a professora Ana Cascardo, no Conservatório de MPB de Curitiba. É autora das trilhas musicais das peças “Dito e Feito” e “Companhia Frazão”, ao lado do baterista Daniel D’Alessandro.

 

Serviço:

Apresentações do monólogo “Corrente Fria, Corrente Quente”, de Fernanda Fuchs (texto e interpretação), sob direção de Hermison Nogueira e Franco Fuchs.

Datas e horário: dias 7, 8, 14 e 15 de fevereiro de 2014 (sextas-feiras e sábados), sempre às 19h30.

Local: Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento (Rua Claudino dos Santos, 58 – Setor Histórico).

Entrada franca.

Para saber mais: www.correntefriacorrentequente.wordpress.com




 


 
 
SOBRE CCVB   POR QUE CURITIBA   ASSOCIADOS   EVENTOS
Sobre o CCVB
O que são os CVBx
Equipe Executiva
Programas e Serviços do CCVB
Sala de Imprensa
Estrutura
Trabalhe com Turismo e Eventos
 
Curta Curitiba e Região
Sugestão de Roteiros
Guia Prático
Aplicativos
Programa Curta Curitiba
Atrativos Curitiba e Região
Sou Curitiba
Programa Vem Ver Curitiba
 
Conheça os Associados
Sobre os Associados
Programa CCVB só pra Você
Campanha Eu apoio Room Tax/Doação para o Turismo
Seja um Associado
Promoções e descontos
 
Realize seu evento em Curitiba e Região
Nosso apoio para seu evento
Locais para o seu evento
Prestadores de serviços
Curta Curitiba mais 2 Dias
Agenda de eventos
Cadastre seu evento
Relatórios
             


Endereço: Al. Dr. Muricy, 321 - sl. 01 - 1º aindar - Fale conosco: 41 9 8738-1177(WhatsApp) | curitibacvb@curitibacvb.com.br