CCVB
 
Escolha o Idioma
 
LOGIN ÁREA RESTRITA
 
 
 
 

Curitiba: Capital da alimentação saudável e sustentável

« Voltar

 

Oferta de novos produtos, melhoria da gestão das feiras livres e mercados públicos da capital, valorização dos agricultores da Região Metropolitana, criação de uma marca própria do Mercado Municipal e uso de novas soluções digitais para aumentar as vendas de alimentos. A Prefeitura de Curitiba e o Sebrae/PR anunciaram, na última sexta-feira (30/7), novas ações para o fortalecimento do sistema agroalimentar que deverão contribuir para transformar a cidade na capital da alimentação saudável e sustentável do país. 

O projeto é resultado de um convênio da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) com Sebrae/PR, iniciado em março de 2021, e integra o Programa Retomada Econômica de Curitiba. 

“As ações de políticas públicas propostas nesta parceria buscam dar acesso à população de Curitiba a uma alimentação mais saudável e oferecer maior apoio à cadeia agroalimentar da capital e de toda a Região Metropolitana”, afirmou o vice-prefeito Eduardo Pimentel, que representou o prefeito Rafael Greca na apresentação das propostas na sede do Sebrae/PR.

São iniciativas que irão mudar os conceitos envolvendo as feiras e mercados do município, incorporando inovações, tecnologias, novos segmentos e produtos e formas de comercialização. "Tudo isso trará benefícios não apenas a curto e médio prazos para a população da capital, mas também para as futuras gerações de curitibanos", acrescentou Pimentel.

Foto: Hully Paiva/SMCS

Foto: Hully Paiva/SMCS

APROXIMAÇÃO

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Roberto Tioqueta, o projeto visa também aproximar a cadeia produtiva dos consumidores de Curitiba. "As ações irão oferecer possibilidades de mercado que ajudem a potencializar negócios e a promover o acesso aos curitibanos a alimentos mais saudáveis, produzidos na região, além de valorizar a cultura e a gastronomia”, justifica ele.

As ações de segurança alimentar propostas foram definidas a partir de estudos realizados por consultores contratados pelo Sebrae/PR, que identificaram origens dos alimentos, cultivo, aspectos históricos, hábitos de consumo, acesso aos produtos em mercados e restaurantes, entre outros fatores. 

O levantamento abrangeu 30 mil estabelecimentos gastronômicos da capital paranaense, com análise da oferta de alimentos saudáveis, geração de empregos, existência de desertos alimentares, perfis e comportamentos desses estabelecimentos, oferta e demandas de produtos, entre outros dados. 

AÇÕES 

Entre as ações propostas como políticas públicas da capital, estão o aprimoramento da gestão de negócios aos comerciantes das feiras livres, do Mercado Municipal de Curitiba e do Mercado Regional Cajuru; a realização de parcerias com organizações do segundo e terceiro setores; a elaboração de uma minuta de lei para o estímulo à licitação com produtos da Região Metropolitana e saudáveis; e a elaboração de ações estruturantes de marketing, logística e vendas para agricultores familiares. 

O projeto inclui ainda criação do programa Feiras Livres 4.0, proposto a partir de um estudo realizado com feirantes e consumidores na Feira do Alto da Glória, que busca estimular a inovação não apenas em relação ao uso de ferramentas digitais, como também de antecipação de tendências de comportamento do consumidor. 

O pacote comporta projetos de branding para a elaboração de marcas próprias do Mercado Municipal e das feiras livres, bem como de um selo "Curitiba, capital da alimentação saudável e sustentável".

"Ações como o programa Feiras Livres 4.0 e a criação de marcas próprias deverão ajudar a despertar o espírito de pertencimento de feirantes, comerciantes e consumidores em relação a espaços da Prefeitura que são importantes polos de segurança alimentar, geram renda e emprego para milhares de famílias e são atrações turísticas importantes da cidade", afirmou Luiz Gusi, secretário municipal de segurança alimentar e nutricional. 

O estudo será analisado pela Prefeitura que poderá planejar um calendário de ações para a implantação das políticas. Um plano semelhante voltado para o setor de turismo já havia sido lançado em novembro do ano passado. 

Do Sebrae/PR, também participaram da apresentação Luiz Antônio Rolim de Moura, gerente da Unidade de Ambiente e Negócios Empresariais; Rodrigo Viana e Vinicius Milani, coordenadores estaduais de Negócios Institucionais, Unidade de Ambiente e Negócios Empresariais; Joalison Agostinho, gerente Regional Leste; Patrícia Albanez, coordenadora estadual de Turismo Regional Leste; e os consultores Sebastião Freitas e Daniel Guimarães.

 

Fonte: Prefeitura de Curitiba




 


 
 
SOBRE CCVB   POR QUE CURITIBA   ASSOCIADOS   EVENTOS
Sobre o CCVB
O que são os CVBx
Equipe Executiva
Programas e Serviços do CCVB
Sala de Imprensa
Estrutura
Trabalhe com Turismo e Eventos
 
Curta Curitiba e Região
Sugestão de Roteiros
Guia Prático
Aplicativos
Programa Curta Curitiba
Atrativos Curitiba e Região
Sou Curitiba
Programa Vem Ver Curitiba
 
Conheça os Associados
Sobre os Associados
Programa CCVB só pra Você
Campanha Eu apoio Room Tax/Doação para o Turismo
Seja um Associado
Promoções e descontos
 
Realize seu evento em Curitiba e Região
Nosso apoio para seu evento
Locais para o seu evento
Prestadores de serviços
Curta Curitiba mais 2 Dias
Agenda de eventos
Cadastre seu evento
Relatórios
             


Endereço: Al. Dr. Muricy, 321 - sl. 01 - 1º aindar - Fale conosco: 41 9 8738-1177(WhatsApp) | curitibacvb@curitibacvb.com.br